Primeira Eucaristia no novo altar do Monte das Oliveiras

Muita gente na missa no Monte das Oliveiras da Paróquia de Vilarinho

No dia 31 de maio decorreu no novo altar do Monte das Oliveiras, na paróquia de Vilarinho, a primeira Eucaristia naquele local, solenizada pelo grupo coral da paróquia.

A Confraria dos Santos Passos do Senhor e de Santa Luzia aproveitou este momento de distanciamento social para este ato inaugural do altar integrado na representação dos principais momentos da Paixão de Cristo, uma vez a Igreja paroquial ter um espaço muito limitado para cumprir as regras em vigor.

  A Confraria disponibiliza, em dias de sol, o espaço para a celebração de missas campais no recinto, enquanto durar esta pandemia que nos aflige a todos..    

            Estiveram presentes, além dos paroquianos de Vilarinho e de outras comunidades, o Presidente da Câmara de Vila Verde, Dr. António Vilela; o Presidente de Junta da freguesia, Carlos Ferraz, e restantes membros; o Presidente da Assembleia de Freguesia, Adelino de Oliveira; o Presidente da Atahca e sua família.

A Confraria dos Santos Passos do Senhor e de Santa Luzia, nesta Eucaristia Inaugural do altar, agradece ao Padre Miguel, pároco de Vilarinho, toda a disponibilidade; ao grupo coral; aos leitores, a todas as pessoas que trabalharam na limpeza, na manutenção e na ornamentação deste espaço; sacristão e ao grupo de jovens que foi o grupo de acolhimento.

As pessoas presentes cumpriram todas as normas, mantiveram-se com muito respeito. Houve uma grande ajuda do Grupo de jovens de Vilarinho.

Muito obrigado.

Informação importante

        A Confraria, dentro de algum tempo, disponibiliza todo este espaço para todas as comunidades que queiram realizar qualquer evento (casamentos, batizados, comunhões, aniversários…). Há condições para a Eucaristia campal ou na Capela de Santa Luzia. Há parque de merendas ao ar livre e um grande salão para repastos que podem ser servidos por qualquer restaurante com uma lotação de 200 pessoas sentadas. Há, ainda, uma churrasqueira para o tipo de grelhados que pretenderem que podem ser servidos no parque de merendas ou no grande salão disponível.

        É obrigatória a marcação para que não haja sobreposições, mesmo para celebrações na Capela de Santa Luzia.

        Vamos fazer um regulamento que será, oportunamente, divulgado.

        Para as marcações ou para qualquer informação contactem o Tesoureiro/coordenador (Salvador de Sousa) da Confraria .

        Só se consideram os eventos registados pela Confraria. Caso haja alguma duplicação, considera-se, apenas, o que estiver registado, quer seja na capela, no altar no Monte das Oliveiras, parque de merendas ou no salão.

       Observação: no dia da Eucaristia em Vilarinho, a Confraria já disponibilizou, enquanto dura esta  pandemia, o espaço do altar para as Eucaristias da Comunidade, sempre que o pároco entender.

       Pela Confraria,

O Coordenador, Salvador de Sousa, ao dispor.

Grupo de jovens/grupo de acolhimento

 

Venham a Vilarinho fazer os vossos convívios

Património melhorado da Confraria dos Santos Passos

Paróquia de Vilarinho – Vila Verde

A Confraria dos Santos Passos do Senhor e de Santa Luzia está a fazer  estes melhoramentos da contextualização da Paixão de Cristo nos escadórios e nas suas zonas envolventes para receber todos vocês, sejam de que localidade for, e que nos queiram visitar.

Logo que passe este pesadelo, visitem Vilarinho. Façam aqui os vossos convívios, pois temos churrasqueira, parque de merendas com mesas e bancos de pedra e, ainda, um  espaçoso salão com mesas e bancos de madeira com a capacidade para 200 pessoas sentadas e, ainda, um altar nos escadórios, junto ao lago, a encimar o painel da Ceia de Cristo, para complementar a celebração de qualquer evento.

Visitem e façam, aqui, os vossos convívios ou celebrações de casamentos, aniversários, comemorações. Está disponível a Capela de Santa Luzia, o local do altar para missas no recinto (é evidente, com a devida autorização da autoridade eclesiástica) e tudo aquilo que já se referiu e, ainda temos um grande complexo desportivo pertencente à Associação que, com certeza, também vos recebe.

Quando quiserem é só marcar no coordenador da Confraria, Salvador de Sousa, mas se for desporto já é com o Presidente da Associação, Adelino Oliveira.

Futuramente, vamos aprovar, na Confraria, um regulamento para o efeito.

O que esperamos em troca deste trabalho e para todos aqueles que nos   auxiliam, é a ajuda Deus, o Senhor dos Passos, Cristo que tudo fez e faz por nós. No passado esteve o Prof. Ernesto Ferreira, hoje estou eu, amanhã estará outro a coordenar a Confraria dos Santos Passos. O que interessa é que se trabalhe na valorização do seu património. A Igreja é universal.

Salvador de Sousa

Escadórios – 1983 – 2003 – Coordenador Prof. Ernesto Alves Ferreira

A contextualização da Paixão de Cristo nos escadórios – 2005- 2020 – Salvador de Sousa

Estudo bíblico e coordenação de Salvador de Sousa (Prof.). Tudo proposto e aprovado em reunião da Confraria dos Santos Passos do Senhor e de Santa Luzia

Painéis – 2009 – 2015 2017 – 2018 2017 – 2018 2017 – 2018 2017 -2018 2011 Séc. XVIII – último restauro – 2011 2011Uma parte do interior do salão de merendas (em construção) 2019/2020 Exterior (oeste) 2019/2020Interior (em construção) – Vão ser colocadas 20 mesas e 40 bancos – 10 pessoas em cada mesa =200Fachada norte (em construção) 2019/2020 Séc. XVIII – restaurada em 2010 Séc. XVIII – restaurada em 2010 Convívios   Alguns dos organizadores do convívio Capela do Século XVII – ano de 1651 – Último restauro 2010

Requalificação do adro que estava em terra – 2003 – 2004 Requalificação do lago – 2015

Esculturas – 2017 – faltam 3 que estão a ser executadas

Painéis e esculturas -início – 2009

 

Casa Cheia no concerto “Mês do Romance” na Quinta da Aldeia

Grupo Coral da Misericórdia de Vila Verde brilhou no concerto de Gala “Mês do Romance”

O Mês do Romance, que decorreu em Vila Verde durante o mês de fevereiro, inspirou, como sempre, mais de uma centena de iniciativas ligadas às tradições, ao romance, ao amor, à saudade, à aventura… Não faltaram as feiras com representações várias das nossas culturas ancestrais; os costumes e vivências do passado; o artesanato, apresentando a requintada arte do nosso povo; os variados concertos, em que o saber musical foi-se revelando ao longo do mês com as nossas bandas filarmónicas, as orquestras, os grupos corais, ressaltando o gosto, cada vez mais enraizado, nesta área, dos nossos jovens e não só; o amor na poesia, nas recitações, no teatro, nos lenços dos namorados, nos costumes, na moda e em tantas atividades enriqueceras da nossa economia e nas ocupações de inúmeras iniciativas que se vão criando neste período inspirador.

O Grupo Coral da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde formado, aproximadamente, por 45 elementos, fundado em 2002, sob a presidência do Provedor, Bento Morais, presentemente ensaiado e dirigido pelos maestros Júlio Dias, Hugo Pereira e por Sandra Azevedo, mais uma vez, engrandeceu e deu vida ao Concerto de Gala “Mês do Romance”, que decorreu no dia 29 de fevereiro, na Quinta da Aldeia, com qualidade na apresentação e na execução do seu apreciável repertório. Não podemos esquecer, também, a orquestra da Academia de Música de Vila Verde e os seus solistas que atuaram ao longo de todo o evento. O maestro do concerto, Idílio Nunes, diretor pedagógico da Academia de Música e o presidente da Academia de Música, Júlio Dias, dinamizaram e coordenaram este evento.

Saliento, além de outras atividades que também sobressaíram, o Sarau de “Poesia e Música” que teve lugar, no dia 7 de fevereiro, no Centro de Artes e Cultura de Vila Verde, organizado pelo Agrupamento de Escolas e pela Academia de Música de Vila Verde. Iniciativa reveladora de jovens talentos que, felizmente, ainda existem nas nossas escolas e que poderão ser, no futuro, atores, músicos, poetas, declamadores e tantas outras potencialidades que vão desabrochando se continuar a haver um trabalho conjunto dos seus agentes educativos. São parcerias muito positivas que, além de ensinarem, descobrem capacidades talentosas que, caso contrário, ficariam inertes, adormecidas ao longo da vida desses jovens.

Termino com dois sonetos da minha autoria que foram declamados por uma ex-aluna da Escola Monsenhor Elísio Araújo do Pico de Regalados, Catarina Pereira.

Respirar Vila Verde

Fluxos de pureza, o ar purgam.
Tufos de verdura sincronizados.
Policromia! Cores que nos encantam!
Respiremos fundo! Ai que aliviados!

Povos amáveis, gestos que cativam!
Francos, briosos… Que bons cozinhados!
Turistas deliciados, regressam
Satisfeitos, alegres, animados…

Respirar costumes! Artes bem tratadas.
Gentes de entrega e de grandes valores.
Viva, Vila Vede! Pessoas reputadas!

Fevereiro, grande mês, rico de amores!
Fecundo! Gestação! Artes criadas.
À organização, grandes louvores.

******

Vila Verde, meu leito

Terra de grandes comemorações.
Tens no teu coração o belo Minho.
Espaço de ancestrais tradições,
Mantidas sempre com muito carinho.

Captas e atrais nossos corações.
Não deixo de trilhar o teu caminho!
Recebi de ti grandes formações.
Nasci e ficarei neste cantinho.

Amo-te, meu leito de encantar!
Vila Verde, minha terra amorosa
De ti não me hei de divorciar.

Linda, sublime, de face jocosa!
Aqueces, dás abrigo ao meu lar.
Brilhas, terra bonita e deleitosa!

 Salvador de Sousa, professor Alunos e alunas da Escola Monsenhor Elísio Araújo que frequentam a Academia de Música Pessoal em direção à sala do jantar/concerto Presidente da Câmara, Dr. António Vilela, a pagar os seus bilhetes. Guilherme, 1º à direita, o nosso fotógrafo Provedor , Bento Morais (centro) Arcipreste de Vila Verde também presente Presidente da ATAHCA, Prof. Mota Alves (centro) Maciel Cardeira, 1º da direita, esculpiu todas as esculturas no Monte das Oliveiras e adro de Santa Luzia em Vilarinho Dr. Francisco Araújo, provedor da Misericórdia dos Arcos de Valdevez e ex-Presidente da Câmara dos Arcos Provedor da Misericórdia de Vila Verde com a sua esposa, lado esquerdo Dr. Júlio Dias, presidente da Academia de Música, um dos maestros do Grupo Coral da Misericórdia de Vila Verde Panorama geral Maestro Idílio Nunes, Diretor Pedagógico da Academia de Música, dirigiu todo o concerto Solista Orquestra da Academia de Música Presidente da Câmara, Dr. António Vilela e sua esposa (lado direito) Dr. Raul Varajão Borges, médico no Centro de Saúde do Pico de Regalados e ex-Presidente do Conselho Clínico do ACES, Cávado II – Gerês Cabreira (3º da esquerda para a direita) Grupo Coral da Academia de Música Enf. Castro, Presidente da Junta de Freguesia da Lage e enfermeriro no Hospital de Vila Verde (1º da direita) Meus condiscípulos e esposas Colegas da minha ex- escola dos Arcos de Valdevez Grupo Coral da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde Prof. Carlos Costa, ex – Diretor do Agrupamento de Escolas dos Arcos de Valdevez (1º – lado esquerdo) Grandes amigos  Prof. Jorge do Nascimento, Presidente d’OS Musiké – Guimarães Grupo Coral da Misericórdia e a Orquestra da Academia de Música Dr. Lopes e esposa, Vereador da Câmara Municipal de Vila Verde (lado direito) Dr. Firmino e esposa, deputado da Assembleia da República, ex-Presidente da Junta de Freguesia de S. Vítor (lado esquerdo) Ex- Colegas da Escola Monsenhor Elísio Araújo Presidente da Câmara,  deputado, Dr. Firmino, Dr. Lopes, vereador, e o Maestro Idílio Nunes Família Luís Oliveira, meu condiscípulo Vereadora da Cultura, Dra Júlia acompanhada do maestro, Idílio Nunes, do Diretor do Agrupamento de Escolas de Moure e Ribeira Neiva e sua esposa

  Dr. Patrício, Vereador (2º do lado esquerdo)                Dr. José Morais, Vereador (1º do lado esquerdo)                           

 Parabéns à organização

Salvador de Sousa

Fotos de Guilherme Ribeiro       

 

Rosa de Araújo e Sousa completa 100 anos

Em Vilarinho Vila Verde

A família de Rosa de Araújo e Sousa festejou o seu centésimo aniversário natalício

         No dia 1 de fevereiro, os sobrinhos de Rosa de Araújo e Sousa festejaram o seu centésimo aniversário na sua casa paterna, no lugar de Real, paróquia de Vilarinho, Arciprestado de Vila Verde, com a presença do Presidente da Junta, Carlos Ferraz, da Secretária, Marlene Bernardes, do Tesoureiro, Hilário Marques, do Presidente da Assembleia de Freguesia, Adelino Oliveira, do Presidente da ATAHCA, Prof. Mota Alves, dos familiares mais próximos e muitos amigos de diversas localidades.

Presidiu à Eucaristia o Pároco da Paróquia de Vilarinho, Padre Miguel Tulumba, sendo concelebrada pelos Padres Adelino Sousa, Pároco de Rio Caldo e Capelão do S. Bento da Porta Aberta, e Fernando Bento de Sousa, Pároco de Moimenta (Covas) e de outras paróquias do arciprestado de Terras de Bouro. A missa foi celebrada na residência da homenageada, com a devida autorização de Sua Excelência Reverendíssima Sr. Dom Jorge, Arcebispo Primaz de Braga, devido à sua incapacidade para se deslocar à Igreja Paroquial de S. Mamede de Vilarinho.

O sobrinho, Salvador de Sousa, usando da palavra no momento próprio, da missa, referiu: «Nós, sobrinhos e restante família, estamos aqui alegremente, para celebrar a longevidade que Deus concedeu à nossa tia. Nunca esqueceremos o acolhimento e a ajuda que sempre tivemos desta nossa segunda mãe. Neste momento, não sabemos o sentimento que ela tem em relação a nós e a toda esta celebração, mas sentimo-lo nós em relação a ela e Deus está aqui connosco, com certeza, com a Sua Mão Bondosa a abençoar a nossa tia e a todos aqui presentes,

Rosa de Araújo e Sousa nasceu no dia 30 de janeiro de 1920 na habitação onde está, neste momento, a residir e onde decorreu toda a celebração do evento, sendo batizada no dia 8 de fevereiro do mesmo ano. Foram seus padrinhos António Maria Marques e esposa Rosa Maria de Araújo, tios do falecido Padre António Marques, anterior pároco de Valdreu.

Acompanhou, como governanta, o seu irmão, Padre Salvador Araújo de Sousa que foi nomeado pároco de Reboreda, Vila Nova de Cerveira, em 1941, logo a seguir à sua ordenação, permanecendo, nesta terra do alto Minho, até ao ano de 1946, altura em que o seu irmão foi nomeado pároco da paróquia de Santa Eulália de Sande. Casou, no ano de 1959, com Amaro Antunes da Cunha, passando a residir na Casa de Santar na paróquia de Vilarinho, onde explorou, com o marido, o comércio de mercearia, taberna e petiscos. O Padre Salvador continuou em Sande até 1979, altura da sua incapacidade para continuar com a paróquia, vindo para ser amparado, na sua casa paterna, pela família, falecendo no ano de 1981.

Rosa de Araújo e Sousa regressou à casa que “a viu nascer”, no ano de 2004, para receber, também, o amparo da família. Neste momento, está a ser cuidada pela sobrinha Rosa da Luz Sousa, tendo o apoio do seu marido, Diamantino Marques, dos restantes sobrinhos e seus cônjuges.

A homenagem terminou com um almoço convívio, no mesmo local, servido pelo Restaurante Martinho com os parabéns e com os brindes próprios destas cerimónias.

O sobrinho, Salvador de Sousa

 

A homenageada – Rosa de Araújo e Sousa – 1920 – 2020

Grupo Coral da Paróquia de São Mamede de Vilarinho Vila Verde

Netos de Salvador de Sousa/Aurora Ferreira – Sobrinhos
Cem rosas – Arranjo oferecido pelos casais: Manuel e Teresa Afonso e Porfírio/Quinhas Afonso
Alguns convidados e elementos do coro
Salvador de Sousa, sobrinho, integrou-se no grupo coral da homenagem
Sacerdotes amigos: Padre Miguel Tulumba, pároco da paróquia;  do seu lado esquerdo – Padre Adelino Sousa, Capelão do São Bento da Porta Aberta e pároco de Rio Caldo , Terras de Bouro; do lado direito –  Padre Fernando Bento de Sousa, pároco de Moimenta ( Covas) e de outras paróquias de Terras de Bouro
Sobrinha/neta Vanessa faz a sua leitura
Sobrinho/neto Augusto faz a sua leitura
Sobrinha Teresa faz a sua leitura
Padre Fernando faz a sua leitura

Sobrinha Alice faz a sua leitura
Sobrinho Diamantino/cônjuge faz a sua leitura
Sobrinha/neta Paula faz a sua leitura
Sobrinha/neta Flávia faz a sua leitura

 

Sobrinha/neta Andreia faz a sua leitura
Grupo Coral
Neta Inês com a mãe
Neta Inês
Jorge sobrinho/cônjuge faz a sua leitura
Sobrinha/bisneta Carolina faz a sua leitura
Amigo/antigo vizinho da homenageada – Armando Costa – faz a sua leitura

Momentos da Missa

Início da Liturgia Eucarística
Presidente da ATAHCA – Prof Mota Alves
João Vilela  Pereira, sacristão da paróquia de Vilarinho

A Eucaristia foi muito participada. Sobrinho/neto, Luís de Sousa, faz a sua leitura
Salvador e Joana – netos de Salvador e Aurora

Havia um livro/roteiro de todas as cerimónias religiosas elaborado pelo sobrinho Salvador de Sousa
Grupo Coral
Sobrinha/neta Maria de Fátima no momento da entrega da imagem de Nossa Senhora das Graças à homenageada

Sobrinho/neto Filipe Marques também no momento da entrega da imagem de Nossa Senhora das Graças
Início do almoço/convívio
Momento dos parabéns
Padre Miguel com o seu amiguinho Salvador
Momento do corte do Bolo

Salvador e Joana preparados para apagar as velas
Almoço/convívio e Eucaristia e restantes cerimónias foram na casa paterna da homenageada em Real – Vilarinho Vila Verde

Parabéns

Visita Pascal em Vilarinho/ 2019/ Pedro Pereira, esposa e filhos foram os mordomos

A família Pedro Pereira está de parabéns! Pedro Pereira, esposa e filhos foram os mordomos da Festa Pascal, servindo a Igreja de Vilarinho no ano 2018/2019 de  uma forma excelente.

Foi visível, no cômputo geral, uma entrega, afincada e generosa, à Igreja da nossa terra. Uma dedicação com ânimo e alegria. Continuamente satisfeitos com o seu trabalho para com a comunidade de Vilarinho.

Terminaram numa grande festa com toda a família vilarinhense unida, partilhando a sua alegria ao longo daquele dia “Domingo da Pascoela” que, com o som dos bombos, dos gaiteiros, com a boa disposição do nosso pároco, Padre Miguel, dos mordomos e de todos os que fizeram parte do compasso, não esquecendo as vozes afinadas do grupo de bombos, tudo foi programado e bem delineado, resultando num dia para sempre recordar.

A casa e todos os espaços exteriores da família dos mordomos tornaram-se pequenos no momento da chegada da Cruz, sendo recebida com todo o respeito e fé, momento festejado com foguetes, felicitações e por um apetecível manjar.

A festa prolongou-se pela noite, após o tradicional Clamor, repleto de gente, que terminou na Igreja com as formalidades religiosas próprias do término de uma Visita Pascal.

Salvador de Sousa

Grande foto! Fotos de Catarina Pereira

Grande Convívio Natalício da Associação de Vilarinho no Hotel/Quinta do Pico

No dia 8 de dezembro, festa da Imaculada Conceição, realizou-se, no Hotel Quinta do Pico, o tradicional convívio de Natal promovido pela Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Vilarinho, decorrendo, como sempre, com muita animação e uma convivência salutar.

Estiveram presentes os corpos gerentes da Associação, jovens/atletas que fazem parte das “escolinhas” nos seus diversos escalões, seus pais e outros familiares. A Câmara Municipal de Vila Verde fez-se representar pelo Vereador do Ambiente, Desporto e Atividades Económicas, Dr. Patrício Araújo e a Junta de Freguesia pela Secretária, Marlene Barbosa, e pelo Tesoureiro, Manuel Hilário Martins. O pároco da paróquia de Vilarinho, Pe. Miguel Tulumba, quis também estar presente.

O Presidente da Associação, Adelino Oliveira, dinamizou toda a atividade, tendo presente a ajuda dos restantes membros da direção e de outros colaboradores que tiveram o mérito de contribuir para que todos os convivas, sobretudo os jovens usufruíssem de momentos motivadores para a sua continuidade na atividade desportiva.

Os jovens tiveram a agradável surpresa do “Pai Natal”, vindo carregado de prendas, distribuídas por todos aqueles atletas que vibraram de alegria.

Salvador de Sousa

 

Atletas das Escolinhas entusiasmados Uma festa quando chegou o Pai Natal

Procissão dos Santos Passos de Vilarinho Vila Verde no dia 14 de abril de 2019

 

Realizou-se, mais uma vez, a Solenidade dos Passos em Vilarinho. Tradição de vários séculos. Este ano um “mar de gente” visitou Vilarinho.

Os peregrinos têm agora um amplo recinto para poderem assistir a todas as cerimónias com um certo conforto. Muitos locais com bancos, zonas verdes, adros espaçosos, escadórios com assentos laterais, etc para as pessoas poderem usufruir desses espaços, escolhendo os que melhor lhes aprouverem. Há uns anos atrás, havia apenas a estrada e os caminhos municipais.

Agora, apresento as fotos da Procissão principal e cerimónias respetivas do Senhor dos Passos do dia 14 de abril.

Fotos de Carlos Pinheiro

Texto de Salvador de Sousa

Preparação da Procissão na Igreja Paroquial Início das cerimónias com o Sermão do Pretório

Orador – Padre Manuel Moreira                        Orador narra o julgamento de Cristo Figuras alegóricas aguardam a saída do cortejo do Pretório Saída do Cortejo com Jesus condenado à morte

Cortejo vai parar, no Encontro, para Nossa Senhora se encontrar  com o Seu Filho

Uma multidão acompanha o cortejo

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Outros peregrinos estão espalhados pelos recintos do Monte das Oliveiras, escadórios, parque de merendas, adro de Santa Luzia…

Nossa Senhora ao encontro do Seu Filho
Encontro narrado pelo orador

SONY DSC

Nossa Senhora vais acompanhar o Seu Filho no caminho para o Calvário

A Verónica aparece e consola Cristo, limpando-Lhe o Rosto
A Verónica mostra o Rosto de Cristo gravado no seu véu

A verónica fala para a multidão, revoltada com o que encontrou

 

Figuras alegóricas que acompanharam o cortejo. Por detrás do pano, está todo o cenário do Calvário que se vai ver quando o orador assinalar a Morte de Cristo.

Cenário do Calvário com José da Arimateia e Nicodemos com as escadas para retirarem o corpo de Cristo, mas o Centurião não autoriza

O narrador insiste para que o centurião se renda e deixe sepultar o Corpo de Cristo
Centurião arrependido, vai render-se

Bênção final

No final, um Catering servido pelo restaurante Martinho para todos os convidados e oferecido por Salvador de Sousa e esposa, como tem sido hábito,na sua casa.

Solenidade dos Passos em Vilarinho nos dias 13 e 14 de abril

 

Realizou-se, mais uma vez, a Solenidade dos Passos em Vilarinho. Tradição de vários séculos. Este ano um “mar de gente” visitou Vilarinho.

Os peregrinos têm agora um amplo recinto para poderem assistir a todas as cerimónias com um certo conforto. Muitos locais com bancos, zonas verdes, adros espaçosos, escadórios com assentos laterais, etc para as pessoas poderem usufruir desses espaços, escolhendo os que melhor lhes aprouverem.

Há uns anos atrás, havia apenas a estrada e os caminhos municipais.

Apresento, agora, a Procissão da noite. Reparem, mesmo a chover, as pessoas que nos visitaram com a fé ao Senhor dos Passos.

Brevemente, apresentarei as fotos da Procissão de Passos do dia 14 de abril.

Fotos de Carlos Pinheiro

Texto de Salvador de Sousa

Recitação do terço Transmissão do terço em vídeo e audio

 

Banda Musical de Aboim da Nóbrega  ECCE HOMO na Igreja Paroquial Transmissão para o exterior da Capela

Igreja Paroquial – Orador Padre Manuel Moreira

Procissão em direção à Igreja

Salvador de Sousa Coordenador da Solenidade dos Santos Passos

Capela do Senhor do Encontro
Cerimónia na Capela do Senhor da Cana Verde

Despedida de Nossa Senhora das Dores do Seu Filho que vai em direção ao Pretório

Continuação da Procissão

Um dos quatro Calvários executados este ano – 2019

Saída da Procissão

O Salvador

 

 

 

 

Câmara Municipal realça toda a história de Vilarinho na sua Revista Cultural

Por favor, clique no LINK abaixo:

https://wetransfer.com/downloads/c6a8b1b265115035655119e4b07de47c20190114134047/cc8d7148dae133b2d354e5247336b64220190114134047/a52c49

Está um trabalho que vale a pena ver para sabermos, ainda melhor, a história da nossa terra.

Parabéns, Dr.a Adélia e restantes colaboradores, pelo excelente trabalho.

Em nome de Vilarinho, muito obrigado.

Salvador de Sousa